Somos extensão do Céu e da Terra.

Na filosofia guarani, que aprendi desde os anos oitenta, somos um desdobramento de um mistério sagrado e luminoso. Somos um raio de um único Sol. Somos verdadeiramente espírito e não matéria. A matéria é um conjunto de formas ocupadas por uma mesma vida que respira e bate em um ritmo uníssono.  Somos extensão dessa Vida que nos impulsiona. Embora tenhamos nos manifestado em diversos corpos; a essência que nos vivifica é única. Paradoxalmente nos percebemos diferentes uns dos outros. separados uns dos outros, e separados da natureza que nos cerca. Mas isto é ilusão. Somos um. Nos expressando em diversas formas. Um sopro. Uma vida. Uma vida infinita, que permite que as diversas formas se transformem.

Postagens mais visitadas deste blog

Propostas de Kaká Werá para a Câmara Federal

QUEM GANHA COM AS ARMAS

Teatro e Resistência na cultura indígena