Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

INDIOS E CRÉDITO DE CARBONO

Do Observatório da Imprensa
Índios, vítimas da imprensa
Por Dalmo de Abreu Dallari
Os índios brasileiros nunca aparecem na grande imprensa com imagem positiva. Quando se publica algo fazendo referência aos índios e às comunidades indígenas o que se tem, num misto de ignorância e má fé, são afirmações e insinuações sobre os inconvenientes e mesmo o risco de serem assegurados aos índios os direitos relacionados com a terra. Essa tem sido a tônica.
Muitas vezes se tem afirmado que a manutenção de grandes àreas em poder dos índios é inconveniente para a economia brasileira, pois eles não produzem para exportação. E com essa afirmação vem a proposta de redução da extensão da ocupação indígena, como aconteceu com a pretensão de reduzir substancialmente a área dos Yanomami, propondo-se que só fosse assegurada aos índios o direito sobre o pequeno espaço das aldeias. E como existem várias aldeias dentro do território Yanomami, o que se propunha era o estabelecimento de uma espécie d…

Vale a pena assistir

Imagem

Eu, você e a natureza somos um só

Imagem
Se observarmos do ponto de vista da matéria vamos perceber que somos compostos de minerais, que estão por todo o nosso organismo físico e celular. Vamos observar que temos a nossa herança biológica dos vegetais e também dos animais. Além disso, nosso organismo tem o mesmo percentual de água analogicamente ao que a Mãe Terra possui.
Se observarmos do ponto de vista das tradições místicas mais antigas, somos uma síntese dos quatro elementos: terra, água, fogo e ar; que influenciam em nossos temperamentos, em nossas características psicológicas, e também físicas.
A natureza está em nós e nós estamos na natureza, e embora a ciência, a tecnologia, o pensamento humano se tornam cada vez mais complexos, tudo que existe provêm da natureza.
É por este motivo que devemos honrá-la, agradecê-la e reverenciá-la. Ela se tansforma em teto para nosso conforto, tecnologia para nossas atividades, roupa para nosso corpo, remédio para as nossas desarmonias, alimento para a nossa fome. além disso, nos de…

ESTAMOS PREPARANDO A TEIA NO EMBU

Imagem
primeira TEIA REGIONAL Oeste em EMBU,

APÓS A PRIMEIRA TEIA DE ENCONTRO COM OS PONTOS DE CULTURA DA REGIÃO, ESTAMOS PREPARANDO A SEGUNDA TEIA NO EMBU, AGUARDEM!!!

Índios atentam para os megaprojetos do governo

Brasília - De um lado, os megaprojetos tocados pelo governo com o objetivo de criação de infraestrutura e geração de energia. De outro, os índios que lutam para ter condições de permanecer em suas terras. O cenário, principalmente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, é de conflito, de acordo com o relato de cerca de 200 lideranças indígenas, que estão reunidas em Brasília em um encontro nacional organizado pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

Um levantamento feito pelo Cimi apontou 434 empreendimentos que afetam diretamente comunidades indígenas. Desses, 195 são destinados à geração de energia. Outros 166 são de criação de infraestrutura. Os números de hidrelétricas e obras de infraestrutura superam em muito o impacto de obras destinadas à mineração, por exemplo, que somaram 29, segundo o levantamento.

A partir de amanhã (2), as lideranças se juntarão a mais 300 índios e pretendem ficar acampados no gramado em frente ao Congresso Nacional até quinta-feira (5), no movimento…

Oportunidade

Imagem
Muitas vezes ficamos esperando que as coisas aconteçam por si mesmas. Mas o vento não sopra á toa, sem um intento sagrado e misterioso, assim também como o sol não irradia porque é resultado de complexos acidentes fenomênicos, como quer fazer crer determinadas crenças chamadas científicas. Nenhuma manhã surge sem um propósito claro e nem a noite vem sem consciência de seu mistério. A vida segue o impulso da alma e a alma traz a sabedoria do espírito universal, assim declaram os antigos sábios da tradição. Assim, a oportunidade surge de uma sintonia entre a nossa mente racional e a alma que dá ritmo ao coração da vida. Por isso, aprender a escutar a alma é aprender a ver as oportunidades que a sabedoria universal disponibiliza em nossas jornadas. Ah! Que possamos aprender e desenvolver esta escuta!
Imagem
Com o jogador de futebol Leandro e o diretor da Folha do Vale, Fernando Freitas, durante a entrega do troféu Top de Mídia, em Braço do Norte, Santa Catarina.

Salve Umami

Imagem
Minha amiga Paula Vidal, que adaptou em tempos passados o meu livro A TERRA DOS MIL POVOS para o belo espetáculo de dança CORPOS DE LUZ, agora está com um novo espetáculo que estréia esta semana no Teatro municipal de Ribeirão Preto-SP, que se chama UMAMI, vale a pena conferir!
Sucesso ao Dança Vida!!!

Índios e a questão do crédito de carbono

Imagem
A empresa irlandesa Celestial Green Ventures, uma das líderes no mercado mundial de créditos de carbono, informou ontem o jornal "O Estado de S.Paulo" que realizou um negócio com os índios.
A operação comercial, avaliada em US$ 120 milhões, não teve o apoio unânime da tribo e é investigada pelo governo brasileiro, que questiona a vigência de 30 anos de um contrato que proíbe a comunidade indígena de extrair madeira ou desenvolver cultivos agrícolas.
As terras ficam no município de Jacareacanga (PA). Segundo o "O Estado de S.Paulo", que teve acesso ao documento do contrato, as autoridades temem que a cessão dos direitos atentem contra a biodiversidade e o desenvolvimento desse povo indígena.
Outra das cláusulas questionadas do contrato é sobre o livre acesso da empresa aos territórios indígenas, que, por lei, são autônomos de autorizar ou recusar a entrada de pessoas alheias à comunidade.
A Fundação Nacional do Índio (Funai) registrou 30 contratos si…

Top de Mídia, premio pela sustentabilidade

Imagem
Recentemente fui á Santa Catarina participar de um evento chamado TOP DE MÍDIA, de grande relevância naquele ponto do sul do país, que homenageia empreendedores da cidade do Braço do Norte e Gravatal e também determinados convidados especiais por contribuições culturais e sociais na região e no Brasil.
Para mim foi também um momento nostálgico de minha relação com aquele lugar. No final dos anos 80 realizei junto com um pequeno grupo de amigos um trabalho social para o povo guarani da região e que foi muito difícil;  na verdade não cumprimos o objetivo central da ação, que era mudar uma mentalidade coletiva fundada no assistencialismo e no sentimento de inferioridade perante á cultura dos colonizadores. Dez anos depois, no entanto, havia tecido uma rede de amigos, educadores, empreendedores, sonhadores, terapeutas e ativistas ambientais; que de certa forma continuaram semeando e praticando uma filosofia da cooperatividade, da solidariedade e do cuidado com a natureza. Eles se tornaram…

Em abril vamos nos reunir com as crianças

Imagem

Índios querem ser consultados sobre projetos de barragens

Os índios convidaram procuradores da República do Pará e do Mato Grosso para falar da revolta pela forma como o governo tenta barrar o rio sem consultá-los.
Procuradores da República do Mato Grosso e do Pará estiveram semana passada na Terra Indígena Kayabi, na divisa entre os dois estados, a convite dos índios Kayabi e Munduruku, para debater os projetos de usinas hidrelétricas que afetam suas terras. Em outubro, essas mesmas etnias fizeram reféns sete funcionários da Funai e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) que faziam estudos sobre as hidrelétricas.


O governo federal planeja seis barragens para o Teles Pires, que juntamente como o Juruena, forma o rio Tapajós. Para a bacia toda, que inclui ainda os rios Jamanxim e Apiacás, o plano é fazer um total de 16 barragens, o que vai impactar de maneira decisiva mais de 10 mil indígenas que vivem as margens desses rios e dependem deles para sobreviver.

Inconformados com os projetos e com a velocidade dos acontecimentos –as usinas Teles…
Imagem
Imagem

a equipe arapoty volta á cena

Imagem

Diversidade e Respeito

Imagem
A própria natureza demonstra que a vida prospera através da diversidade, basta olhar a floresta amazônica, a mata atlântica, o cerrado. A troca de experiências favorece a expansão da sabedoria quando culturas se abrem para conhecerem outras maneiras de sentir e ver o mundo. Por isso não existe nada mais nocivo que a discriminação, o racismo, o fundamentalismo e outras formas de manifestar ignorância.

Reverenciar a natureza interior de cada um

Imagem
O modelo de pensamento da sociedade atual separa o homem da natureza, por isso vê o índio como uma coisa estranha, exótica, quase irreal. Na verdade os diversos povos chamados indígenas preservam uma consciência de que não existe de fato separação entre homem e natureza. Os mesmos princípios que regem ela, também regem ele. Nos mitos dos povos ancestrais o ser humano desdobrou-se da natureza, por isso porta temperamentos, tendências psíquicas, e predisposições subjetivas diversas que de alguma maneira revelam a sutil e profunda relação entre um e outro.
Por isso na cultura de diversas etnias se reverencia florestas, montanhas, rios, planícies e planaltos. Por isso se reverencia também os animais e as plantas, pois se reconhece que a grande Vida que inspira e expira em cada coisa é a mesma vida, a mesma presença.




Eu Maior

Imagem

aulas de viver o verde

Imagem
Precisamos re-aprender a viver a vida de modo natural. Respirar ar puro, andar descalço, peregrinar por trilhas, conhecer diversos ecossistemas, brincar com joaninhas e borboletas. Precisamos mergulhar em rios límpidos, tomar banho de cachoeira, ouvir os cantos dos pássaros. Precisamos ficar olhando estrelas de noite, bem naquela noite sem lua. Contar os riscos das estrelas cadentes. Precisamos viver a vida simples de novo.