segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Do amor e sua natureza

Assim como a vida floresce á cada dia em seu silêncio e na luminosidade do nascente. Assim como o frescor das estrelas iluminam a noite. Assim como pulsa o coração, como o ar vivifica a vida, assim o amor é. Livre de toda a interpretação dos sentidos. Dando ritmo ás estações, á diversidade de formas e vidas. Mesmo parecendo longe como o horizonte. Misterioso como o poente. Silencioso como os lábios fechados. Intangível como a brisa que passa. Ele vivifica a vida. Viva! Mais um ciclo que se renova! Mais uma inspiração e uma expiração que chamamos de ano. Viva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente este artigo

Postagem em destaque

BIOGRAFIA DE KAKÁ WERÁ

  Educador. Terapeuta. Empreendedor Social.Ambientalista. Escritor Kaká Werá é psicoterapeuta de formação, de abordagem holística e tra...