Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Cuidar da Terra

Imagem

A Casa Comum

Imagem
a nossa casa comum é a Terra. Para os antigos, ela é nossa Mãe, mas não deste ou daquele, mas de todos. A casa está sendo re-organizada pela própria Mãe, mas, se colaboramos não a poluindo nem envenenando sua péle-chão, cuidando de sua saúde, estamos cuidando também de nós mesmos

Um bem e uma fonte inesgotável

Ás vezes a vida desestrutura. Esta mesma vida que nos proporciona risos, saúde, encontros. As veze ela desestrutura. Nos momentos em que rimos, ganhamos, blindamos, normalmente não lembramos Daquele que sustenta a Vida. Achamos que assim é. E nos momentos em que a vida nos desetrutura, também muitas vezes não lembramos Daquele que sustenta a Vida; o sopro sagrado que vivifica tudo que existe. E em alguns momentos é no sofrimento que nos abrimos em busca de um Pai Ancestral, ou uma Mãe Ancestral e divina. Hoje é um dia para lembrar quem verdadeiramente nos sustenta, e reverenciá-lo!!!

Sobre os índios

Muita gente não imagina que a grande maioria das culturas indígenas iniciaram suas relações com a sociedade não indígena a partir da década de cinquenta. No vídeo abaixo poderemos ter uma idéia do período dos primeiros contatos

Animando a alma

Imagem
Na sociedade dita civilizada os animais são considerados irracionais, perigosos, totalmente insensíveis. Nas culturas indígenas, os animais são os ancestrais anímicos do ser humano, e foram os percurssores daquilo a que chamamos de força de vontade, "garra", vitalidade. Por isso as tradições antigas consideram tanto os animais, como presenças de "poder" em nós.

Uma mensagem relevante

A única coisa que um judeu precisa saber é que Moisés ensinou que havia um só Deus para todas pessoas. O resto é irrelevante.

Um cristão precisa saber que o Cristo mensageiro disse para amar o próximo como a si mesmo e Deus sobre todas as coisas. O resto é irrelevante.

Os budistas precisam saber que Buda ensinou que devemos nos desprender de nosso orgulho, ego, cobiça e ambição material. O resto é irrelevante.

A única coisa que um muçulmano precisa saber é que a guerra santa que o profeta ensinou não é uma batalha contra outras crenças. E sim a conquista do nosso próprio mal, tentações e orgulho. O resto é irrelevante.

E a única coisa que um ateu precisa entender é que nós, não um Deus distante, somos os responsáveis por nossas atitudes. O resto é irrelevante.

Vale a pena insistir

Conheci uma índia kaigang que desde pequena lhe disseram que ela não valia nada, que deveria ser tutelada pelo estado, que não tinha cultura.
Acontece que ela não deu ouvidos ao que lhe disseram, e sim ao que seu coração lhe dizia.
Hoje esta índia é formada em sociologia pela PUC do Paraná, e é uma grande ativista em defesa de sua etnmia de origem.
O aprendizado que adquiri dela é que vale a pena ouvir o coração, e seguir seus conselhos. as opiniões alheias muitas vezes vem carragadas de preconceitos.

Belo Monte Preocupa A Nação

O projeto de construção da Hidrelétrica de Belo Monte preocupa não somente os povos indígenas, mas também especialistas na área ambiental e social. O IMpacto que causará na sociedade humana é desastroso, assim também como, á médio prazo, no meio ambente, consequentemente, em você.
Por Favor, não deixe passar desapercebido este momento, pesquise, estude, reflita e aja em relação á verdadeira necessidade de execução deste ptojeto!!1

Eu Maior

Caros amigos, fui convidado á fazer parte de um documentário, através de depoimento pessoal, chamado EU MAIOR, gostaria que acessassem o site do projeto, tem muita gente boa!!!

www.eumaior.com.br


Vale a pena conferir.

Sobre a Cultura Ancestral do Brasil

A sabedoria ancestral do Brasil é vasta e antiga, de idade arqueológica. Tenho estudado, pesquisado, vivenciado por mais de 25 anos estas raízes. para mim é uma missão, é uma forma de contribuir com a diminuição de preconceitos contra a diversidade de culturas e povos destes Brasis. Mas na verdade existe um objetivo mais profundo, que é o de propiciar uma mudança de paradigma de visão do ser humano sobre si mesmo e seus pares étnicos-raciais. Mudar para uma visão que contemple a unidade interna do ser e a diversidade externa do mesmo ser, em direção á paz!!!