quinta-feira, 15 de abril de 2010

Animando a alma


Na sociedade dita civilizada os animais são considerados irracionais, perigosos, totalmente insensíveis. Nas culturas indígenas, os animais são os ancestrais anímicos do ser humano, e foram os percurssores daquilo a que chamamos de força de vontade, "garra", vitalidade. Por isso as tradições antigas consideram tanto os animais, como presenças de "poder" em nós.

Um comentário:

  1. Acredito nisso, neesa energia, nessa "garra animal" - quase um instinto com o qual entramos em contato para nos renovar após uma queda...aquela força que a gente "não sabe" de onde vem pra se levantar!

    ResponderExcluir

comente este artigo

Postagem em destaque

BIOGRAFIA DE KAKÁ WERÁ

  Educador. Terapeuta. Empreendedor Social.Ambientalista. Escritor Kaká Werá é psicoterapeuta de formação, de abordagem holística e tra...