Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Ano Velho

Desejo á todos que as dificuldades que se apresentaram no ano velho possam ter servido para o fortalecimento da alma, a expansão da consciência e a libertação de males diversos!!!
Que as portas da auto-realização e da compaixão se abram para o próximo ciclo!!!

Felicidades!!!

Sobre a vitória

O curumim Tayá não entendeu porque o cacique Uirá o presenteou com o cocar da vitória, uma vez que ele havia perdido a luta do uka-uka, uma espécie de sumô indígena.
- Por quê as sagradas penas das araras azuis estão sobre a minha cabeça? - perguntou o pequeno lutador.
O cacique pôs a sua mão antiga nos ombros da juventude de Tayá e explicou:
- pelo modo sincero com que seus olhos reverenciaram o seu oponente após a derrota. Seu coração agradeceu a experiência do embate. suas mãos foram verdadeiras no cumprimento ao vencedor. sendo assim, você venceu também. Parabéns!
O jovem sorriu, agradeceu, e correu feliz com seu cocar. Foi mostrar o prêmio aos tios e aos seus amigos e irmãos.

Da sabedoria dos ritos

Esta época de ritos natalinos, cabe lembrar que este é dos poucos onde ainda podemos lembrar seus fundamentos mais profundos, o nascimento do cristo histórico como metáfora do nascimento do cristo interno em cada individuo, que pode se iniciar a cada ciclo, como prenúncio de um novo ano, ou um novo tempo, mais luminoso e próspero.

Quem anda com deus tem tudo!!!

A pior calamidade para a humanidade não é a guerra ou o terremoto, é viver sem Deus!

Madre Teresa de Calcutá

Em Londrina

Imagem
Em Londrina, foi apresentada o espetáculo FÁBULAS DE IAUARETÊ, baseado na obra homônima de Kaká Werá

A felicidade é simples e profunda

Imagem
O pássaro voa com o céu
no coração
uma terra infinita lhe aterrisa confiança

o ciclo do ano se encerra

quando o tempo de um ciclo se fecha, como o que ocorre agora no ano de 2009, é hora de passar a limpo as situações, coisas, fatos e ações deste período e desfazer dos erros através da liberação pela reflexão profunda.
É hora de entregar as nossas mazelas ao Grande Mistério e pedir que ele apague os erros da passado e nos inspire a não repetí-los no próximo ciclo.
É hora de agradecermos á toda as nossas relações, pessoais, interpessoais, profissionais, sociais, ecológicas, espirtuais, por tudo que conquistamos.
Por isso, já começo agradecendo á todos que lêem este blog, e á todos os que participaram dos meus trabalhos no ano de 2009.

Muito Obrigado!!!